domingo, 20 de novembro de 2016

Irresistível a Deus (4)


Orgulho religioso:

Quando Jesus apareceu em cena centenas de anos mais tarde, um formalismo frio havia tomado conta do judaísmo.

Em outras palavras, no lugar de viverem para agradar ao Senhor - a atitude natural que vem da fé genuína -, os fariseus construíram um sistema fundamentado na própria glória e no orgulho. Eles eram tão altivos, que não puderam ver que o Deus encarnado estava sentado à frente deles.

ÊNFASE NA APARÊNCIA: 

A primeira e mais óbvia característica dos fariseus era que eles estavam muito mais preocupados com a maneira com que pareciam para os outros do que como pareciam para Deus. (Mt 23: 25-28)

Perigos da Hipocrisia:

Reforça o amor-próprio da pessoa. 
Acontece automaticamente quando alguém é altivo e tem dificuldade de perceber. 
Substitui uma falsa espiritualidade. 
Leva a uma posterior decepção e desilusão.
Impede que a pessoa veja sua necessidade de se arrepender e mudar. 
Encoraja mais o temor do homem do que o de Deus. 
Exalta os resultados visíveis enquanto cega as pessoas em relação às consequências eternas. 

ÊNFASE EM ASPECTOS SECUNDÁRIOS DA LEI:

Considerando que esses líderes religiosos judeus estavam acostumados com sacrifícios pessoais, eles simplesmente evitavam a realidade das leis, enfatizando a observação estrita aos aspectos secundários. Eles davam mais destaque aos pontos menores e reduziam a importância dos dois grandes mandamentos. Consequentemente, com o decorrer dos anos, eles deixaram de adorar o Pai e começaram a realizar um ritual morto. 

Como exemplo disso hoje em dia, há a maneira como alguns ressaltam demasiadamente a importância da doutrina, como se isso fosse o ponto supremo da fé cristã. 

Muito da desunião e da rivalidade orgulhosa presentes no cristão do século 21 é um resultado direto daqueles que discutem questões doutrinárias com qualquer um que tenha uma opinião diferente.

É apropriado batalhar pela fé contra os falsos mestres que tentam destruir essas verdades inabaláveis (Jd 1.3). Mas, atualmente, o problema é que existem aqueles que querem lutar diligentemente com outros crentes que não concordam com suas perspectivas sobre todos os aspectos do cristianismo. 

Desunião desnecessária surge quando as pessoas põem questões doutrinárias secundárias acima da necessidade de amar os outros e ganhar almas para Jesus Cristo. 

Questões sobre segurança eterna, duração do júbilo, divórcio e novo casamento, dentre outras, não deveriam jamais separar os santos.

Oração: 

Querido Senhor, por favor, guia-me a um relacionamento vivo e vibrante com Jesus. Por favor, ajuda-me a superar minha tendência natural de me apresentar como algo que não sou. Também, dá-me a humildade para resistir a tentação de fazer as pessoas aceitarem minhas crenças. Eu quero conhecer-Te de maneira real, Senhor. Remove qualquer coisa do meu coração ou da minha vida que possa impedir que isso aconteça. Obrigado. Amém.

(Continua...) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário