domingo, 13 de agosto de 2017

Procure Com Zelo o Amor Ágape


Para descobrirmos mais sobre o papel da oração em línguas em nos levar a uma revelação mais profunda do amor ágape em nossas vidas, vá para Primeira Coríntios 13, o grande “capítulo do amor” na Bíblia. Primeiro, olhe para este capítulo em contexto com os capítulos que o cercam. Primeira Coríntios 12 é um capítulo maravilhoso que lida com a erradicação da ignorância com respeito aos dons espirituais, operações e governo de Deus.

O capítulo 14 é a explicação mais fenomenal das forças espirituais que pertencem à oração
em línguas. Paulo vai de uma explicação do governo de Deus para uma explicação da operação do Espírito e das línguas. Então, ele coloca Primeira Coríntios 13 entre estes dois capítulos. Mas, primeiro, ele faz uma declaração profunda: Entretanto, PROCURAI, COM ZELO, os melhores dons. E eu passo a mostrar-vos ainda UM CAMINHO SOBREMODO EXCELENTE. – 1 Coríntios 12:31
Em essência Paulo estava dizendo, “Quero mostrar a você um caminho mais excelente. Se você quiser poupar o seu tempo de problemas, então, você precisa procurar com zelo, ou ansiar, por este tipo de amor ágape com tudo o que você tem, da mesma maneira que você anseia pelos melhores dons”.

Quão importante é buscar o amor ágape? Paulo faz esta declaração em Primeira Coríntios 13:13:
Agora, pois, permanecem a fé, a esperança e o amor [ágape], estes três; porém o MAIOR DELES É O AMOR. Se eu tivesse que escolher, provavelmente diria que a fé é a maior coisa que existe e depois a esperança. A esperança corresponde ao tempo que você passa se alimentando com a Palavra de Deus, até que a sua fé se manifeste. Mas, Paulo diz, “Maior que a fé e maior que a esperança é o amor ágape que se renuncia”. Isto significa que não existe nada mais importante em sua vida, para ansiar e desejar verdadeiramente, do que o amor ágape. “Procurar com zelo” ou “ansiar” neste versículo é tão forte em seu significado como a palavra “cobiçar” nos Dez Mandamentos, onde está escrito, “Não cobiçarás a mulher do teu próximo” (Ex.20:17). Cobiçar é usado em sentido negativo e significa um desejo tão poderoso que consome um homem, fazendo com que ele busque incessantemente o que anseia, até que isto domine todo o seu caráter.

Mas, “ansiar” é usado em um bom sentido, e significa buscar algo que Deus quer que você tenha, com o coração faminto, até que você o obtenha. Nunca tive problemas para ansiar verdadeiramente
pelos melhores dons. Tenho jejuado e orado – tenho feito tudo que sei para ser qualificado a fim de que Deus me use. Então, foi um choque para mim quando Deus falou em meu espírito, dizendo, “Deseje os Meus dons com tudo o que está em você. Mas eu lhe mostrarei um caminho mais excelente para que você anseie pelos melhores dons”.

Eu disse, “Deus, Você tem a audácia de dizer que depois que passei a minha vida jejuando, orando e ansiando pelo o que Você tem de melhor, Você me mostrará um caminho mais excelente?”. A resposta para esta pergunta foi sim; Deus realmente teve a audácia, e sim, Ele iria me mostrar
um caminho mais excelente. Na versão original da epístola de Paulo aos Coríntios não existia uma divisão entre os capítulos 12 e 13. Então, assim que Paulo fez a declaração sobre ansiar pelos melhores dons e mostrar aos Coríntios um caminho mais excelente, ele introduziu o assunto do amor:

Ainda que eu fale as línguas dos homens e dos anjos, se não tiver amor... (1 Co.13:1). Em outras palavras, o caminho mais excelente para ansiar verdadeiramente pelos melhores dons é buscar o amor ágape com a mesma intensidade. Quando você fizer isto, você estará procurando e ansiando pelos melhores dons que Deus tem para você, da maneira mais poderosa possível. O que são “os melhores dons”? Bem, você foi chamado para preencher uma das oito operações de Deus. Para você, os melhores dons são aqueles que o qualificam para a função ou operação que você foi chamado para cumprir.

Pr. Dave Roberson 

Nenhum comentário:

Postar um comentário