quarta-feira, 5 de julho de 2017

O Jejum que Deus Escolhe


Para entender o tipo de jejum que Deus escolhe, temos que tomar um passo à frente e irmos a Isaías 58. Porventura não é este o jejum que escolhi? que soltes as ligaduras da impiedade, que
desfaças as ataduras do jugo? e que deixes livres os quebrantados, e despedaces todo o
jugo? Porventura não é também que repartas o teu pão com o faminto, e recolhas em casa os pobres desterrados? e, vendo o nu, o cubras, e não te ESCONDAS DA TUA CARNE? – Isaías 58:6, 7

A última frase desta passagem da Bíblia foi a parte que eu não entendi. Eu pensei, Senhor, o que Você quer dizer quando diz que o jejum escolhido por Você é que eu não me esconda da minha própria carne? Eu me perguntei se Deus estava falando sobre a mesma coisa que Jesus disse em Mateus 6:17, 18: Tu, porém, quando jejuares, unge a cabeça e lava o rosto, Com o fim de não parecer aos homens que jejuas, e sim ao teu Pai em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.

Ou será que Deus estava querendo dizer em Isaías 58:7 o mesmo que Paulo em Primeira Coríntios 7:5 quando ele se dirigiu aos maridos e esposas? Não vos priveis um ao outro, salvo talvez
por mútuo consentimento, por algum tempo, para vos dedicardes à oração e, novamente, vos ajuntardes, para que Satanás não vos tente por causa da incontinência. Jesus ensinou sobre um jejum no qual precisamos lavar nosso rosto e continuar a vida do dia-a-dia, sem aparentar aos homens que estamos jejuando. Então Paulo ensinou sobre um jejum no qual podemos nos isolar em uma “montanha”, ou seja, nos dedicando completamente ao jejum e à oração.

Os dois tipos de jejum são ensinados na Bíblia. Mas, eu continuava não entendendo o que o Senhor
quis dizer quando falou para que eu não me escondesse da minha própria carne. Levei cerca de três anos de estudos e meditação para entender sobre o que Ele estava falando. O dia que você decide jejuar é o dia que você decide parar de se esconder de sua própria carne – de qualquer coisa em você que não se importa com o perdido, o pobre, o nu ou aqueles que não estão na casa de Deus.

É o dia que você decide parar de se esconder de qualquer barreira em sua vida que o impede de operar no poder de Deus. O dia que você decide jejuar é o dia que você decide parar de fugir de você mesmo. Jesus disse, “aquele demônio não saiu por causa da sua incredulidade”. Ele também disse, “aquele tipo de demônio sai apenas com oração e jejum”. E o que o jejum tem a ver com sua incredulidade? Ele executa a posição da carne declarada por Deus: Ela não tem o direito de dominar você. Ela não tem o direito de controlar você. Quando você vive um estilo de vida de jejum e
oração, não há nenhuma operação da carne que o diabo possa se apegar para destruir sua vida. É isto que Jesus quis dizer quando falou, “o príncipe deste mundo vem e ele não tem nada em mim” (João 14:30).

Por que isto é assim? Porque o jejum e a oração no Espírito Santo destroem aquelas obras carnais e liberam o poder de Deus em você. E, no momento que a operação da carne cai abaixo do nível da operação do Espírito, você recebe uma nova unção em sua vida e ministério.

Pr. Dave Roberson 

Nenhum comentário:

Postar um comentário