domingo, 14 de maio de 2017

O Milagre das Línguas No Batismo do Espírito Santo



Na realidade, o diabo faz tudo o que pode para impedir que as pessoas recebam o batismo do Espírito Santo com a prova de falar em línguas. Por exemplo, muitas vezes eu ministro a pessoas que já foram em outras centenas de linhas de oração procurando ser cheias com o Espírito Santo, mas que sempre foram decepcionadas. Elas respondem quando eu as chamo no altar e como muitos outros ministros antes de mim, eu oro por elas. Suas bocas se movem, mas elas não fazem nenhum som.

Eu as encorajo dizendo, “Por que vocês simplesmente não falam o que os seus lábios já estão balbuciando?”. A maioria dos que seguem a minha sugestão imediatamente começa a falar em línguas. Por que é assim? Porque no momento que a Pessoa do Espírito Santo enche um crente, a primeira coisa que Ele faz é começar a criar a linguagem sobrenatural das línguas no interior do seu espírito para a sua edificação pessoal.

Na minha própria experiência, a primeira prova de que eu havia sido batizado no Espírito Santo foi o que Isaías 28:11 chamou de “lábios gaguejantes”: Pelo que por lábios gaguejantes e por língua estranha falará o SENHOR a este povo.

Uma noite quando eu fui para o altar para ser cheio com o Espírito Santo, algo veio sobre mim. De repente, meu queixo, boca e língua começaram a se mover. Minha
boca parecia estar fora de controle. Eu pensei, O que há com a minha boca? Eu não
sabia que no momento em que eu disse, “encha-me com o Espírito Santo”, o Espírito Santo havia começado a criar Suas palavras sobrenaturais no meu espírito. Então as palavras saíram dos meus lábios gaguejantes porque eu estava com medo de dizê-las em voz alta.

Eu tinha certeza que seria só eu falando. Eu não percebi que a minha boca estava, na verdade, formando uma linguagem sobrenatural do Espírito Santo. Mais tarde quando eu estava adorando a Deus em casa, o Espírito Santo veio sobre mim de novo. Minha
boca começou a se mover da mesma maneira que havia se movido naquela noite na igreja. No entanto, eu já havia aprendido sobre Atos 2:4, que diz, Todos ficaram cheios do Espírito Santo e PASSARAM A FALAR em outras línguas, segundo o Espírito lhes concedia que falassem. Então desta vez, ao invés de lutar contra a necessidade de falar em voz alta aquelas palavras, eu me entreguei ao Espírito Santo e comecei a falar em línguas. E quanto mais eu me entregava, mais os “rios de água viva” do Espírito Santo jorravam de mim.

Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva.
(Isto ele disse com respeito ao Espírito que haviam de receber os que nele cressem;
pois o Espírito até aquele momento não fora dado, porque Jesus não havia sido ainda glorificado.) – João 7:38, 39

Não demorou muito para eu começar a falar uma linguagem de oração inteira através do poder do Espírito Santo.

Pr. Dave Roberson

Nenhum comentário:

Postar um comentário