quarta-feira, 6 de julho de 2016

Confissão a maior forma de meditação


(Dave Roberson)

Deus criou a você e a mim com a capacidade não só de crer, mas também de nos adaptar ao que estamos continuamente acreditando e nos sujeitando. Infelizmente, esta habilidade pode operar em nós para o bem e também para o mal.

É por isso que Deus deu a Josué esta instrução quando ele estava a ponto de liderar os filhos de Israel à Terra Prometida: NÃO SE APARTE DA TUA BOCA o livro desta lei; antes MEDITA NELE DIA E NOITE, para que tenhas cuidado de fazer conforme a tudo quanto nele está escrito; porque então farás prosperar o teu caminho, e então prudentemente te conduzirás. –  (Josué 1:8)

Que instruções incríveis! Em primeiro lugar, Deus disse, “Não permita que a Palavra se aparte de sua boca”. Isto significa que a Palavra em sua boca nunca deve ser substituída por qualquer outra coisa. Quando você permite que a sua boca se aparte da Palavra, você passa a concordar com as circunstâncias que estão contra você.

Mas, se você continuar a confessar a Palavra, você continuará operando na aliança entre você e Deus, contra as circunstâncias adversas. E, ao se submeter constantemente à Palavra por confessá-La repetidas vezes, você está aplicando uma das maiores formas de meditação.

As circunstâncias não fazem acepção de pessoas. Elas virão para você dia e noite. Mas, quando você está cara a cara com estas situações que parecem impossíveis de serem vencidas e continua confessando as promessas de Deus repetidas vezes, você está meditando dia e noite. Através da meditação você está dando à Palavra de Deus a oportunidade de transformar você e seu modo de pensar, para que você se torne a pessoa vitoriosa que deve ser.

Com o tempo, você irá se adaptar ao que você está se sujeitando continuamente. É por isso que Deus disse a Josué que não permitisse que a Palavra se apartasse de sua boca e que meditasse dia e noite; pois Ele queria que Josué se sujeitasse continuamente à Palavra.

(Continua...)

Nenhum comentário:

Postar um comentário