domingo, 17 de abril de 2016

A adoração. Afeta a quem?


ADORAÇÂO – Carta de dezembro de 2002  Dave Roberson

Existe outra chave que possa ser colocada junto a estas outras duas chaves já mencionadas para continuar a jornada da mudança interior? Sim – chama-se ADORAÇÃO.

Você pode perguntar: “Mas a adoração afeta a quem?” Ela afeta a pessoa que está adorando.

Não há ninguém que esteja adorando o Senhor que não seja beneficiado em receber mudança.
Deus nunca vai mudar. Por isso, já que Ele é sempre O mesmo, eu é que tenho que mudar pelo processo de adoração. Assim, eu experimento não apenas a comunhão entre eu e meu Pai, mas elevo o meu espírito em Sua presença por horas pela qual vou saindo da condição em que me encontro e entrando na condição Dele, no âmbito celestial onde a paz e a vitória reinam.

Note que adorar a Deus leva você a um relacionamento com Ele, acelerando o processo da fé. (Sim, é claro que você tem fé, de outra forma você não estaria fechado em seu quarto adorando-O). É por isso que você vai receber muito mais de Deus através da adoração do que de qualquer outro jeito.
Com muita freqüência escondemos medos, fortalezas e velhos hábitos com os quais devemos lidados antes de recebermos qualquer coisa de Deus. Talvez estejamos cheios de medo, ou com falta de perdão e ódio de outras pessoas; é aí que entra a adoração. Não há como ministrar à nossa alma, confessando a Palavra de Deus dia após dia, sem eventualmente transformá-la.

Deus está tão interessado em transformar nossa alma que Ele responde a nossa confissão da Palavra. Por isso, Ele começará a lidar com os problemas que estão em nosso caminho. Ele faz isto porque damos a Ele os cuidados daqueles problemas ao falarmos o tempo todo a Palavra e é desta forma que Ele é capaz de resolvê-los.

É por isso que a adoração acelera o processo da fé. Quando você eleva o seu espírito na presença de Deus por horas de adoração pessoal, toda aquela carga de fatores negativos que impedem a mudança interior, irão inevitavelmente dar passagem à medida que você supera a carne. E a doce comunhão com Deus que se segue irá liberar fé e começará a libertar você dos problemas que o prenderam por tanto tempo.
Efésios 5:18 diz: E não vos embriagueis com vinho, no qual há dissolução, mas enchei-vos do Espírito. A alternativa de ser embriagado com vinho é ser cheio com o Espírito. Versículo 19 nos diz como sermos cheios com o Espírito:
Falando entre vós com salmos, entoando e louvando de coração ao Senhor com hinos e cânticos espirituais.

Quem é afetado quando adoramos o Senhor? Este versículo diz que somos NÓS.
Mas qual é a parte que a adoração afeta? Uma vez, Deus me deu uma visão que respondeu esta pergunta. Eu vi uma pedra ser jogada num lago onde apareceram ondulações naquela pequena quantidade de água atingindo até a margem.
Eu perguntei ao Senhor, “O que isto significa?”

O Senhor respondeu, “Quando você começa a Me adorar, a primeira coisa que você vai preencher é o seu espírito. Então a presença do Espírito irá transbordar em sua alma; é aí que o batismo dos sentidos se inicia. Depois do seu corpo ser completamente cheio, o transbordamento irá começar a afetar a sua área geográfica”.

Eu finalmente entendi. A parte de nós que adora irá conseqüentemente afetar os nossos sentidos naturais. Aqueles que se embriagam com vinho fazem isso para sedar seus sentidos a fim de sobreviverem. Mas a adoração tem um efeito oposto, ela embriaga os seus sentidos a fim de você vencer!
Quando Deus começa a se mover em seus sentidos, Ele o embriaga para o mundo natural, na medida em que você põe seus olhos Nele e em Sua Palavra. De repente, você olha para seus problemas e pensa, Por que eu achei que estes problemas eram impossíveis de serem resolvidos?

Por que isto acontece? Agora você está sob a influência da adoração e o pêndulo se moveu no âmbito de Deus, onde tudo é possível. Os seus sentidos estão sendo batizados em Sua presença e em Seu poder, fazendo com que agora você não veja razão alguma pela qual Ele não responda a sua oração!
Veja o que o próximo versículo diz: Dando graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo. Isto está falando sobre a adoração pessoal. Assim, você está ministrando a você mesmo quando dá graças a Deus o Pai por todas as coisas em Nome de Jesus.

Talvez você pergunte, “Isto significa que devemos dar graças não só pelas coisas boas, mas também pelos acidentes de carro, doenças e tudo de ruim que acontece na vida?”.

Não, não é isto que Paulo está falando. Olhe o que o versículo 17 diz, lembre-se que estes dois versículos são parte do mesmo pensamento: Por esta razão, não vos torneis insensatos, mas procurai compreender qual a vontade do Senhor. Devemos ser sensatos a respeito da vontade do Senhor, assim, devemos dar graças pelo que faz parte de Sua vontade para nós, não por aquilo que não é de Sua vontade.

Alguns anos atrás, eu começava a minha oração com a adoração e com fé entregava as minhas necessidades. Era mais ou menos assim: “Deus, Você não é homem para mentir, Você exaltou Sua Palavra acima de Seu Nome, o Céu e a Terra passarão, mas a Sua Palavra nunca passará, Ela é sempre a mesma e eu tenho o que eu digo. Por isso, eu não trago ofensas para o Evangelho, eu quero agradecer porque eu não devo nada a nenhum homem a não ser o amor”.

Por muito tempo, eu tentei formular as minhas orações em forma de confissão da Palavra enquanto adorava a Deus. Mas quanto mais eu amadurecia na adoração, mais eu queria passar tempo glorificando-O. Continuei confessando a Palavra, mas comecei a adorar pelo menos por uma hora antes desta confissão!
Quando a minha adoração parece sem sentido, eu confesso versículos que sei que vão me tirar desta sensação, então continuo a adorar e glorificar a Deus.

Eu gosto muito de adorar a Deus. Aliás, se você me trancasse num quartinho sem luz por um mês e sem nada além da minha consciência e Deus, eu não teria nenhum problema!
Existe um lugar na presença de Deus através da adoração onde tudo parece se ajustar. Você pode se perder no Espírito por horas ao adorar, agradecer e glorificar o Senhor.

Eu concluí por experiência própria que o diabo envia um grande número de seus demônios para guardar esta porta deste lugar em Deus. Mas quando você supera a sua carne e entra neste lugar santo, é melhor que você esteja preparado para o que está por vir! Deus irá dar toda a atenção a você porque Ele não tem muitas pessoas que pagam este preço para chegar neste lugar, onde todas as coisas são possíveis Nele. Eu lhe garanto, você nunca mais vai duvidar que Deus pode lhe usar no trabalho de Seu Reino!

Talvez você diga, “Mas eu não tenho tempo para adorar a Deus por muitas horas de uma vez só”. Você pode dividir em dois turnos. Deus está mais interessado em suas ações do que em suas desculpas para não passar tempo com Ele – especialmente quando você está muito ocupado assistindo TV.

Isto não significa que há algo de errado com o lazer, contanto que isto não substitua Deus em sua vida ou o seu tempo com Ele. Sua alma foi feita para ser entretida, aliás, você acaba sendo uma pessoa entediada sem nenhum divertimento. Mas, tudo precisa estar em ordem. Deus não se importa se você se diverte com seus amigos, desde que não deixe de passar tempo com Ele e de tomar conta de sua família e responsabilidades.

Você pode ter razões plausíveis para não passar tempo com o Senhor. Por exemplo, você pode ser um pai que tem que trabalhar tempo integral e cuidar de seus filhos. Mas você pode abrir mão de alguma atividade que o impede de orar. Ache um lugar para estar sozinho com Deus e passe tempo em Sua presença, mesmo que seja uma hora ou trinta minutos por dia.

Tome a decisão, “Eu posso não ter muito tempo para ficar com Você, Senhor, mas eu serei fiel neste tempo que tenho. Enquanto isso, creio que Você irá mudar minhas circunstâncias até que eu tenha três horas livres para orar. Você pode me pagar mais por menos trabalho, me promover. Eu não sei como Você fará isto Senhor, mas eu sei que algo irá acontecer para me ajudar a encontrar este tempo. A mudança é certa em minha vida, porque eu escolho ser fiel no pouco, portanto eu sei que Você vai confiar o muito em minhas mãos”.

Quero falar sobre um ponto a respeito destas chaves para mudança interior. Deus não se manifesta necessariamente a você quando você ora em línguas, adora ou jejua por dois dias. Você pode orar uma hora em línguas por meses e ainda assim não notar nenhuma manifestação especial da presença de Deus.
Por quê? Porque Deus não se relaciona com você de acordo com a quantia de horas que você reservou para Ele. Ele se relaciona com você através da MUDANÇA PERMANENTE que resulta na sua vida através da oração.

Essa permanência de mudança é aonde Ele vem para ajudar-lhe a vencer aquela barreira que lhe tem impedido de andar com Ele.

(Pr. Dave Roberson)


Nenhum comentário:

Postar um comentário